Modelo informatizado para o planejamento operacional e econômico de sistemas mecanizados com a consideração da pontualidade

planejamento-agricola-mestrado

A mecanização é uma das etapas mais importantes dentro do processo produtivo, sendo responsável por viabilizar sistemas de produção e elevar a competitividade da agricultura nacional. Contudo, a utilização de máquinas agrícolas pode representar até 40% dos custos totais de produção, o que justifica a necessidade do seu planejamento, promovendo uma busca pela melhoria nos sistemas gerenciais por meio do aproveitamento dos recursos produtivos. O planejamento de sistemas mecanizados é considerado complexo devido aos diversos fatores que devem ser analisados para o suprimento das necessidades de uma propriedade agrícola. Dentre os fatores conhecidos, destaca-se a sensibilidade das culturas às épocas de realização das operações mecanizadas, pois os atrasos nas operações acarretam prejuízos na qualidade e/ou quantidade de produto produzido, conceito esse associado às perdas por pontualidade, pouco conhecido no Brasil. Por outro lado as características do sistema de produção adotado podem também influir na rentabilidade da atividade. O sistema de plantio direto além dos benefícios ambientais, por ser um sistema conservacionista, diminui a necessidade de máquinas agrícolas, pela redução do número de operações devido à ausência do preparo periódico do solo. Com a consolidação desse sistema, tornou-se indispensável o aprimoramento de técnicas que resultem em uma melhoria na eficiência das operações mecanizadas. Uma dessas técnicas é a antecipação da adubação que passa a ser realizada na cultura antecessora, normalmente um adubo verde, e pode estar associado à redução dos custos operacionais na agricultura. Considerando-se a importância econômica da mecanização, as características dos ambientes agrícolas e das culturas, o objetivo deste trabalho foi desenvolver um modelo para o dimensionamento operacional e econômico de sistemas mecanizados com a consideração da pontualidade e as suas influências na receita líquida do processo em sistemas de produção. O modelo apresentou-se consistente por meio da verificação e da validação, com relação à rotina de programação e aos resultados obtidos, podendo ser aplicado com a consideração da pontualidade nas operações agrícolas. As produtividades das cultivares de soja foram afetadas pela época de realização da semeadura, caracterizando-se a importância de se considerar a pontualidade nessa operação. O prolongamento do intervalo de semeadura da soja, visando obter uma redução no número de máquinas e maior número de horas de uso anual, influenciou o custo da mecanização da cultura. Contudo, a análise da pontualidade na semeadura com a consideração dos sistemas de produção, foi fator determinante para a elevação da receita líquida na cultura da soja. O sistema antecipação da adubação mostrou-se viável, por meio da redução do número de conjuntos, do custo operacional e total, o que possibilitou no aumento da receita líquida, quando comparado ao sistema tradicional, independentemente do período de semeadura. A análise da área da propriedade como uma variável crítica no dimensionamento de sistemas mecanizados mostrou que existem módulos ideais para a utilização de máquinas agrícolas, reduzindo o seu custo operacional devido ao maior aproveitamento do número de máquinas na propriedade, o que depende do sistema de produção adotado.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: